Archive for the 'Sessões' Category

Sessão #07, 25/agosto, terça-feira

NAOMI KAWASE

.

Programação:

14:15 – SHARA (Sharasojyu), 2003, JAP, 100′.

15:55 – intervalo

16:20 – FLORESTA DOS LAMENTOS (Mogari no mori), 2007, JAP/FRA, 97′.

*filmes legendados em português.

.

As resenhas não são o mais importante.
Naomi Kawase é uma diretora japonesa relativamente jovem (40 anos) com vários curtas e apenas quatro longas no currículo. O último deles, “Nanayo”, começou a ser exibido há poucos meses.
Seus filmes são realizado a partir de um intenso contato com a realidade, seja por seus temas altamente pessoais (a família é quase uma obsessão para Kawase) ou por sua maneira de filmar, basicamente em peculiares e impressionantes locações reais (em meio às montanhas, florestas; em uma pequena cidade do Japão), câmera na mão, longos planos e grandiosas panorâmicas; evidenciando o olhar pessoal de Kawase em cada imagem.

Em 1997 ela ganhou o Caméra d’Or (prêmio para “novos” diretores) em Cannes com “Moe no Suzaku”, seu primeiro longa.
Em 2007 ganhou Grand Prix de Cannes com “Floresta dos Lamentos”.

.

seis perguntas para Naomi Kawase:
http://www.revistacinetica.com.br/kawase.htm

crítica de “Shara”, por Eduardo Valente:
http://www.contracampo.com.br/53/shara.htm

crítica de “Floresta dos Lamentos”, por Felipe Bragança:
http://www.revistacinetica.com.br/mogari.htm

comentários de Luisa Marques sobre filmes de Naomi Kawase:
http://www.contracampo.com.br/89/artkawase.htm

crítica de “Nascimento/Mãe”, por Lila Foster:
http://www.revistacinetica.com.br/tarachime.htm

comentários de Eduardo Valente, “Cinema de/por mulheres: Kogut, Breillat, Kawase, Bonnaire, Katz”:
http://www.revistacinetica.com.br/cannes07mulheres.htm

breves comentários sobre Naomi Kawase e uma entrevista com ela legenda em espanhol (youtube)::
http://ilustradanocinema.folha.blog.uol.com.br/arch2009-06-28_2009-07-04.html#2009_07-01_17_06_31-11204329-25

Sessão #06, 06/maio, quarta-feira

“sessão deslocada”

Programação – 1º Bloco (90 minutos)

14:05 – Apresentação dos filmes desse bloco.
14:15 – FILME RÁPIDO (Fast Film), 2003, Áustria,15′
14:30 – ASSALTO A BANCO (Ograblenie po…), 1978, URSS, 20′
14:50 – FOLHAS MORTAS (Dead Leaves), 2004, JAP, 55′

15:55 – Intervalo

16:20 – breve apresentação dos filmes do E. Elias Merhige
16:25 – “Din of Celestial Birds” – curta (raro!)
16:40 “Begotten” – longa – 1h15

Filmes:

Fast Film
Virgil Widrich

Essa animação foi concebida a partir de cenas tiradas de mais de 300 filmes hollywoodianos, dos quais resultaram em mais de 65.000 fotocópias, disponibilizadas através de recortes e dobras que foram animadas.

Ograblenie po…
Yefim Gamburg

Essa animação é uma paródia de vários estilos de filmes policiais. São 4 modos de se assaltar um banco: o modo americanos; o modo francês; o modo italiano;  e o modo soviético. Nem a própria cortina de ferro é poupada nesse filme.

Dead Leaves
Hiroyuki Imaishi

Com um estilo diferenciado,  esse anime foge do padrão usual do que é vinculado no mercado. A história gira em torno da relação de um cara que tem a cabeça em forma de televisão e uma mina com um par de olhos estranhos, um azul e outro vermelho.

Sessão #05, 17/abril, sexta-feira

Sessão #05.

“Da Finlândia: Aki Kaurismäki”

17 de abril, sexta-feira, no auditório da CINETV.


  • 14:15. A GAROTA DA FÁBRICA DE FÓSFOROS (Tulitikkutehtaan), 1990, FIN/SWE, 68′.
  • 15:25. CUIDE DE SEU LENÇO, TATIANA (Pidä huivista kiinni, Tatjana), 1994, FIN/DEU, 65′.
  • 16:30. intervalo
  • 17:00. ARIEL, 1988, FIN, 73′

TODOS DIRIGIDOS POR AKI KAURISMÄKI

Agradecimentos ao Renato “Dodo”, pela programação e divulgação.

…………………………………………………………………………………………………………….

A GAROTA DA FÁBRICA DE FÓSFOROS

Numa fábrica decadente, uma mocinha supervisiona a lenta procissão de palitos de fósforos que ela deve embalar. Sua vida é uma monótona rotina até que, uma noite, um homem bem vestido convida-a para dançar e depois leva-a para o seu apartamento. Grávida e feliz, ela lhe escreve cartas de amor, mas ele manda-lhe um cheque para o aborto. Depois de desgraçar sua família, ela precisa ir embora. Mas agora que descobriu como é o mundo, ela já sabe o que deve fazer.
[no Brasil esse filme aparece com os nomes ‘A Garota…’,  ‘A Menina…’ e ainda ‘A Mocinha…’]

…………………………………………………………………………………………………………….
CUIDE DE SEU LENÇO, TATIANA
Uma comédia que revela o ‘singular universo mental do homem finlandês’. Ambientado nos anos 60, é um road-movie com as aventuras de dois finlandeses que viajam de carro. Um deles, Valto, consome grandes quantidades de café. Reino, um mecânico, não pára de falar. Duas mulheres- uma estoniana e outra russa- juntam-se a eles. A comunicação é difícil mas, aos poucos, o absurdo cede lugar aos sentimentos.

…………………………………………………………………………………………………………….
ARIEL
O filme conta a história de Taisto Kasurinen, um mineiro de carvão finlandês, cujo o pai se suicidou há pouco tempo e que é acusado de um crime que ele não cometeu. Na prisão, ele começa a sonhar em deixar o país e começar uma vida nova. É um ‘road-movie’ dedicado à memória da realidade finlandesa. O desemprego e um relato sobre a vida na prisão fazem parte desse roteiro, que retrata a realidade ocidental com toques de paixão e tristeza.
Ariel tem semelhanças temáticas fortes à obra-prima de Kaurismäki O Homem Sem um Passado em que segue um homem que sofre umas séries de infortúnios que parecem projetar para esmagar o espírito e a esperança dele. Ariel tem menos gravidade que o filme posterior e também é um pouco mais escuro.

……………………………………………………………………………………………………………
referências:
web site oficial dos irmãos Kaurismäki: http://www.sci.fi/~solaris/kauris/
sobre a “Trilogia Proletária” de Aki Kaurismäki, da qual Ariel e A Garota… fazem parte: http://www.dvdtalk.com/reviews/34831/aki-kaurismaumlkis-proletariat-trilogy-eclipse-series-12/

Sessão #04, 13/abril, segunda-feira

Sessão #04.

“Filmes vagabundos e malditos”

13 de abril, segunda-feira, no auditório da CINETV.

  • 14:15. À Prova de Morte (DEATH PROOF), 2007, USA, 2.35:1, 114′. Quentin Tarantino.
  • 16:10. intervalo
  • 16:45. MIRINDAS ASESINAS, 1991, ESP, 12′. Álex de la Iglesia.
  • 17:00. TEENAGE HOOKER WHO DIED AND BECAME A KILLING MACHINE, 2000, KOR, 60′. Gee-woong Nam.*

.

Por que Tarantino?

Por que o primeiro curta metragem de um diretor que nem é considerado tão relevante?

Por que um repulsivo filme coreano gravado em mini-dv que mal se tem informações a respeito?

Inegável que são filmes malditos, sem distribuição comercial adequada, e que, justamente, pretendem causar algum desgosto no espectador. Ou não…

Tomara que alguém se incomode.

.

*legendas em inglês

.

……………………………………………………………………………………………………………

À Prova de Morte (Death proof)

Junto com Planeta Terror, de Robert Rodriguez, o filme faz parte do projeto Grindhouse, que lançou os dois filmes em sessão dupla nos cinemas americanos, em homenagem às antigas salas de cinema que costumavam exibir filmes de terror baratos. No resto do mundo, os filmes foram lançados separados, e com maior duração. À Prova de Morte ainda foi exibido na mostra competitiva do Festival de Cannes em 2007.

-O filme espera desde 2007 lançamento em circuito comercial no Brasil, quando inclusive foi anunciado que Tarantino viria ao Brasil para o lançamento. Depois de muito ser adiado, essa semana a Europa Filmes anunciou mais uma nova data de lançamento: novembro desse ano. Um ano e meio depois da estréia de Planeta Terror e, curiosamente, um mês depois da previsão de estréia do próximo filme de Tarantino: Bastardos Inglórios.

sinopse:
Ao cair da noite, Jungle Julia, a DJ mais sexy de Austin, pode enfim se divertir com as suas duas melhores amigas. As três saem noite adentro, atraindo a atenção de todos os freqüentadores masculinos dos bares e boates do Texas. Mas nem toda a atenção é inocente. Cobrindo de perto seus movimentos está Stuntman Mike, um rebelde inquieto e temperamental que se esconde atrás do volante do seu carro indestrutível.

duas críticas, eduardo valente e kléber mendonça filho:
http://www.revistacinetica.com.br/deathproof.htm
http://cannes.af.rec.br/index.kmf?noticia=6113978&total=24&indice=10

vídeos:
trailer de Grindhouse – http://www.youtube.com/watch?v=G0AaVUs3-Pw
coletiva de Death Proof no Festival de Cannes 2007 – http://www.youtube.com/watch?v=50KShwRR5vY
Quentin Tarantino destroys a movie reviewer during interview (só pra divertir) – http://www.youtube.com/watch?v=7L2ukSJFgCM

.

……………………………………………………………………………………………………………

Mirindas Asesinas

Primeiro filme de Álex de la Iglesia, cultuado diretor espanhol de filmes como O Dia da Besta (1995), A Comunidade (2000), 800 Balas (2002) e Crime Ferpeito (2004).

Neste curta-metragem de 1991, em preto e branco, já se estabelecia o estilo que o diretor consagraria mais à frente: um humor negro peculiar associado ao horror, ao suspense, ao visual. No filme, somos apresentados ao psicótico, diminuto e ‘woodyalleniano’ Tubular Killer, que entra em um bar, onde há apenas o barman e outro cliente, para beber uma ‘Mirinda’(uma bebida de laranja espanhola) e que se vê indignado e furioso a cada pergunta que formula, ou coisa que diz, e é respondido ou interpretado de maneira errônea. Selvagem, absurdo e anárquico. (fonte)

no youtube: aqui.

.

……………………………………………………………………………………………………………

Teenage Hooker Who Died and Became a Killing Machine (2000)

LEGENDAS EM INGLÊS

Nome original, em nosso alfabeto: Daehakno-yeseo maechoon-hadaka tomaksalhae danghan yeogosaeng ajik Daehakno-ye Issda.

Literalmente, A estudante adolescente que foi mutilada enquanto vendia seu corpo em Daehakno ainda continua em Daehakno.

ou simplesmente KILLING MACHINE.

Filipe Furtado: Ms. 45 encontra Robocop ou um remake avant exploit de Le Femme Nikita. Tanto faz. Dos filmes mais estranhos produzidos na década. Tão grosseiro e direto quanto o título sugere e ao mesmo tempo cheio de contornos inesperados. O filme é de uma exatidão conceitual digna de Larry Cohen (especialmente na forma como sampleia outros filmes). Um dos seus prazeres reside em descobrir de quais maneiras o diretor Nam Gee-wong vai encontrar para prolonga-lo (já que se trata basicamente de uma situação de um curta de 15 minutos estendido para uma hora) resultando em alguns tempos mortos geniais. Teenager Hooker transborda soluções criativas, seja de situações, ritmo, trilha sonora e fotografia. Esta por sinal é um digital tosco brilhante explorando muito bem as limitações de captação de luz, não chega a ser No Quarto de Vanda, mas esta entre os melhores usos de digital daquela primeira onda de filmes no formato. Não é para todos os gostos (até por ser um destes filmes que caem no limbo de serem explotaition demais para uns e experimental demais para outros), mas é de uma demência delirante e encantadora. Verdadeiro exemplar de cinema de invenção. Tudo isso com um orçamento menor que uma diária de filme do Bruno Barreto. (fonte)

sinopse:

Uma adolescente prostituta é estuprada de modo brutal e cortada em pedaços por seu professor, para depois ser trazida de volta à vida por um cientista misterioso, que a transforma em um cyborg assassino.

Violência gráfica/conteúdo adulto/nudez/brutalidade sexual

Recomendado para audiências maduras.

ótimo texto, bem elucidativo: aqui.

ou, um pouco menos: aqui.

Muitas imagens abaixo, para ninguém falar que não foi avisado.

.

Sessão #02, 26/março, quinta-feira

“segunda sessão”

14:15: JAPÃO (Japón, 2002, MEX/DEU/NLD/ESP), 130 minutos, dir. Carlos Reygadas. Legendas em português.

16:25: intervalo

17:15: CONTO DOS CONTOS (Skazka skazok / Tale of Tales), 1979, URSS, 29 minutos, animação. Direção de Yuri Norstein.*

17:44: PORCO-ESPINHO NA NÉVOA (Yozhik v tumane / Hedgehog in the Fog), 1975, URSS, 11 minutos. Direção de Yuri Norstein.*

17:55: A GARÇA E O GROU (Tsaplya i zhuravl / The Heron and the Crane), 1974, URSS, 10 minutos. Direção de Yuri Norstein.*

Sessão #01, 19/março, quinta-feira

“primeira sessão”

14:15
DEIXA ELA ENTRAR (Låt den rätte komma in), 2008, SWE, 2.35:1. 115 minutos. Direção de Tomas Alfredson. Legendas em português.
16:10
intervalo

17:00
MEU AMOR (Moya lyubov), 2006, RUS, 26 minutos, animação. Direção de Aleksandr Petrov. Legendas em português..
O VELHO E O MAR (The Old Man and the Sea), 1999, RUS. 20 minutos, animação. Direção de Aleksandr Petrov. Legendas em português.
SEREIA (Rusalka), 1997, RUS. 10 minutos, animação. Direção de Aleksandr Petrov.
duração total: 56 minutos.

informações:

DEIXA ELA ENTRAR
Aterrorizado por valentões da escola, um solitário garoto de 12 anos, Oskar, se torna amigo de uma jovem e misteriosa vizinha, cuja chegada coincide com uma série de horríveis mortes e ataques. Mesmo descobrindo que ela é uma vampira, sua amizade com a estranha se torna maior do que o medo.

Não é o Crepúsculo; quem sabe, até poderia ser…
Com um enredo popular e impressionante cinematograficamente, foi uma das sensações da última Mostra SP (32a.). Infelizmente, não há previsão de lançamento comercial nos cinemas brasileiros, apesar de existir uma cópia em película legendada.
http://www.imdb.com/title/tt1139797/
http://www.revistacinetica.com.br/deixaela.htm
http://chiphazard.zip.net/arch2008-10-01_2008-10-31.html

Aleksandr Petrov
Nascido em 1957, um dos maiores animadores russos de todos os tempos e ainda vivo, é presença constante nas indicações ao Oscar de Animação Curta Metragem (talvez a única categoria que ainda conta com produções realmente impactantes), tendo ganho com O Velho e o Mar de 1999. Seus filmes se assemelham a pinturas impressionistas, sendo que são pintados a mão com tita óleo de secagem demorada em quadros de vidro e depois fotografados.

Filmografia:
2006 – Meu Amor (Moya lyubov)
1999 – O Velho e o Mar (The Old Man and the Sea)
1997 – Sereia (Rusalka)
1992 – O Sonho de um Homem Ridículo (Son smeshnogo cheloveka)
1989 – Vaca (Korova)

referências:
http://www.eba.ufmg.br/midiaarte/quadroaquadro/indep/princip1.htm
matéria no Metrópolis, da TV Cultura: http://cinema.uol.com.br/ultnot/2008/01/30/ult4326u635.jhtm
crítica do Meu Amor, em inglês: http://www.fipresci.org/festivals/archive/2006/leipzig/leipzig_nmarinchevska.htm
http://en.wikipedia.org/wiki/Aleksandr_Petrov_(animator)
http://cineclubefaro.blogspot.com/2007/05/aleksandr-petrov.html


maio 2017
S T Q Q S S D
« ago    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Estatísticas

  • 1,969 acessos